luveredas











blog da Revista Espaço Acadêmico

WALTER PRAXEDES*

tratado_sobre_a_toleranciaPodemos aprender muito com a leitura do Tratado sobre a tolerância, escrito por Voltaire em 1763 para expor como concebia a convivência pacífica entre seres humanos diferentes e divergentes, mas que se relacionam entre si. Mesmo com as incoerências do autor e contradições que aparecem ao longo do texto e da distância que nos separa da época da publicação da obra, o pensamento de Voltaire ainda é inspirador para que possamos realizar as nossas próprias reflexões sobre o tema. Aliás, é isso o que torna relevante a leitura de um texto clássico e não uma presumida capacidade de explicar com exatidão a realidade.

Na época, o livro foi proibido de circular na França, tão acirrados eram os conflitos entre católicos e protestantes, tema principal do livro. Os acontecimentos que motivaram a elaboração da obra foram a condenação e execução do comerciante de tecidos de religião calvinista Jean…

Ver o post original 2.158 mais palavras

Anúncios


Portal Nacional de Tecnologia Assistiva

Uma equipe de estudantes de engenharia elétrica e mecânica no Instituto Federal Suíço de Tecnologia (ETH), em Zurique, está desenvolvendo uma cadeira de rodas com tanto foco na acessibilidade quanto no estilo. Batizado de Scalevo, o protótipo vem equipado com duas esteiras inspiradas por tanques de guerra que são capazes de escalar escadas sem dificuldade.

Não só isso, a Scalevo conta com diversas partes móveis automatizadas que permitem ao seu usuário um controle completo no movimento da cadeira, podendo mexer na sua altura e garantindo uma subida suave pelas escadas e mantendo seu posicionamento com uma postura confortável.

A equipe pretende levar seu modelo para o Cybathlon 2016, um campeonato dedicado ao uso de “próteses competitivas”, para mostrar que há de melhor na área de robótica de acessibilidade inclusive no segmento esportivo.

Ver o post original



blog da Revista Espaço Acadêmico

alfredinhoPe. ALFREDO J. GONÇALVES, cs

A União Europeia é hoje um campo minado de pontos de interrogação, ao ponto de se levantarem sérios questionamentos ao conceito de “união” ou “comunidade”. Entre os quase 30 países que a compõem, não faltam tensões, divergências e desencontros. Atualmente, no epicentro das perguntas e dúvidas que se erguem por todos os lados, estão, de maneira particular, a situação crítica da Grécia e o fenômeno das migrações.

Grécia de joelhos

No caso da Grécia, nuvens pesadas se adensam sobre os céus da histórica Atenas. Verifica-se um contraste estridente entre, de um lado, o programa da política econômica de Aléxis Tsipras, eleito primeiro-ministro grego e, de outro, a política de austeridade, com suas regras implacáveis, por parte da União Europeia e do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Depois de semanas de negociações, nenhum acordo veio à luz. A linha dura, austera e rígida de Bruxelas entra em…

Ver o post original 1.044 mais palavras



Leonardo Boff

         Antes de qualquer comentário vale enfatizar algumas singularidades da encíclica Laudato sí do Papa Francisco.

É a primeira vez que um Papa aborda o tema da ecologia no sentido de uma ecologia integral (portanto que vai além da ambiental) de forma tão completa. Grande surpresa: elabora o tema dentro do novo paradigma ecológico, coisa que nenhum documento oficial da ONU até hoje fez. Fundamental é seu discurso com os dados mais seguros das ciências da vida e da Terra. Lê os dados afetivamente (com a inteligência sensível ou cordial), pois discerne que por detrás deles se escondem dramas humanos e muito sofrimento também por parte da mãe Terra. A situação atual é grave mas o Papa Francisco sempre encontra razões para a esperança e para a confiança de que o ser humano pode encontrar soluções viáveis. Honra os Papas que o antecederam, João Paulo II e Bento XVI, citando-os…

Ver o post original 2.095 mais palavras



Portal Nacional de Tecnologia Assistiva

Prótese recria sensibilidade do membro perdido e elimina dores fantasma.

Sensores conectados à prótese enviam sinais às terminações nervosas.

Um austríaco que não tem uma perna se tornou o primeiro amputado a utilizar uma prótese que recria a sensibilidade do membro perdido e dá esperanças contra as dores fantasma.

“Tenho a impressão de ter um pé novamente”, afirmou à AFP Wolfgang Rangger, um professor de 54 anos, amputado na altura do joelho em 2007 após complicações de um acidente vascular cerebral.
“Já não escorrego no gelo, sinto a diferença quando caminho sobre cascalho, concreto, grama ou areia. Sinto inclusive as pedrinhas”, afirma o primeiro paciente operado pelo professor Hubert Egger, da Universidade de Linz.

Seis meses depois do implante, Wolfgang Rangger corre, anda de bicicleta e inclusive faz escalada. Quando caminha, seu coxear é quase imperceptível.

Este resultado espetacular é fruto de uma técnica que associa o deslocamento dos feixes…

Ver o post original 401 mais palavras



{junho 13, 2015}   Das guerras

blog da Revista Espaço Acadêmico

hypomnemata*

o armistício

Maio de 1945. O avanço soviético pelo leste e o estadunidense e britânico pelo oeste terminaram de esmagar as forças militares alemãs. Enquanto soldados soviéticos lutavam entre escombros pelas ruas de Berlim, enfrentados por muitos jovens recrutados como recurso militar final, Hitler e outras figuras da cúpula nazista se matavam no bunker que os abrigara por muitos meses sob o parlamento.

O Füher negou-se a capitular afirmando que a guerra deveria ser a prova de fogo da superioridade ou não dos arianos. E realizou o outro lado nazista da solução final: os alemães derrotados deveriam seguir o exemplo de seu líder e cometer o suicídio.

Meses antes, em Yalta, na Crimeia, Stalin, Roosevelt e Churchill, triunfantes, reuniram-se para decidir como o mundo seria sob o comando de seus Estados.

Dentre outras coisas, decidiram sobre a divisão e o futuro da Alemanha, sobre a ocupação…

Ver o post original 1.698 mais palavras



{junho 11, 2015}   Beijo proibido

blog da Revista Espaço Acadêmico

MARCELO GRUMAN*

“Que legal!”, exclamou minha esposa lá da sala. “Marcelo, vem ver o comercial d’O Boticário pro Dia dos Namorados!”. Na peça publicitária de meio minuto, aparecem quatro pessoas, dois homens e duas mulheres, presenteando seus respectivos namorados e namoradas. O inusitado, para muitos telespectadores, acontece quando a porta da casa de cada um dos presenteados se abre, quando o segredo é revelado: dois dos casais são formados por indivíduos do mesmo sexo, um feminino, outro masculino. No dia seguinte, leio que a campanha de Dia dos Namorados do Boticário virou alvo de protestos e ameaça de boicote à marca nas redes sociais e até de denúncia ao Conselho Nacional de Autorregulação Publicitária – Conar, que abriu um processo para julgar a propaganda após receber mais de vinte reclamações de consumidores que consideraram a peça “desrespeitosa à sociedade e à família”. Internautas registraram protestos no Reclame Aqui

Ver o post original 992 mais palavras



Leonardo Boff

Talvez alguns se espantem diante de semelhante título: De Ecclesia Lascatorum, a “Igreja dos lascados”. No final do meu livro Igreja: carisma e poder (1982) eu prometia uma continuação com o título De severina Ecclesia: a “Igreja severina”. Quer dizer, a Igreja dos lascados e pobres, chamados de “severinos” no Nordeste. Nunca pude escrever tal livro, embora o Card. Joseph Ratzinger, ainda Presidente da Congregação para a Doutrina da Fé, que julgou aquele livro, de tempos em tempos, pedia informações se o livro anunciado havia sido publicado ou não. Enchia-se de temores pela ortodoxia do texto pois o tema dos pobres sempre mete medo aos portadores de poder.

Mas eis que agora aparece um livro que concretizou aquele meu propósito de antanho. Vem elaborado de uma forma profundamente espiritual, comovedora e convicente pelo meu querido e saudoso confrade Frei Lency Frederico Smaniotto, apelidado no seminário, carinhosamente de “Bambio”…

Ver o post original 749 mais palavras



Portal Nacional de Tecnologia Assistiva

O Ubook é um serviço por assinatura que oferece ao usuário acesso ilimitado a um acervo de audiolivros lidos por ledores profissionais, atores e até mesmo pelos autores das obras, que podem ser ouvidos em qualquer lugar e a qualquer hora.

Com um sistema que pode ser comparado ao do Netflix, que disponibiliza filmes, séries e desenhos via streaming online, o Ubook se mostra um aplicativo muito interessante para os os apaixonados pelo mundo da leitura, sejam eles videntes ou deficientes visuais que não tem acesso a instituições que oferecem tal conteúdo ou que consomem bastante este tipo de áudio e querem ter a sua disposição a qualquer momento o livro favorito, tornando o processo mais prático e rápido.

O aplicativo está disponível para download gratuitamente para dispositivos móveis com sistema iOS, na Apple Store e para Android, na Play Store, os usuários que se interessarem em conhecer o serviço…

Ver o post original 351 mais palavras



Portal Nacional de Tecnologia Assistiva

A Fundação Dorina Nowill para Cegos criou um atlas geográfico em braille, letra ampliada e relevo. A publicação será distribuída em mil bibliotecas, organizações e escolas da cidade de São Paulo.

O atlas traz mapas de Estados brasileiros, municípios e acidentes geográficos, bem como mapas temáticos do Brasil e do mundo com dados da geografia humana, econômica e física. A publicação traz ainda informações como a densidade populacional, classificação pelo índice de desenvolvimento humano e renda per capita.

O livro faz parte do projeto “O Mundo na Ponta dos Dedos”, que visa incentivar o conhecimento, a educação e a cultura, além de proporcionar a crianças e adolescentes cegos e com baixa visão condições de leitura autônoma e igualitária por toda a vida escolar.

Patrocinado por Parceiros de Visão BIC, Itaú, Takeda, Banco Alfa, Globosat, Oi TeleCom e Natura, o atlas foi idealizado, transcrito, produzido e distribuído pela fundação.

Ver o post original



et cetera