luveredas











{abril 27, 2014}   140 anos de Impressionismo

Impression. Soleil levant, 1872, Claude MonetImpression. Soleil levant, 1872, Claude Monet

O que mais lhe impressiona no impressionismo?

Eleja uma imagem e comente os aspectos que lhe chamam atenção na referida obra:cor, textura, tema, luz, sombra. Estabeleça relações com outras expressões estéticas, como literatura, música e cinema.

Anúncios


paulo-freire_tv

(A.H.F) Paulo Freire – Educar para Transformar

“Não é possível refazer este país, democratizá-lo, humanizá-lo, torná-lo sério, com adolescentes brincando de matar gente, ofendendo a vida, destruindo o sonho, inviabilizando o amor. Se a educação sozinha não transformar a sociedade, sem ela
tampouco a sociedade muda.” Paulo Freire

Pensar a educação como prática transformadora, com liberdade e autonomia. Legados de um brasileiro apaixonado pelo ensinar e aprender, afeito à cultura e à crítica, um cidadão do mundo.
Como repensar nossa prática, hoje, à luz de seus ensinamentos?
O que Paulo Freire ainda tem a nos dizer?

Sugestão para discussão em sala de estágio supervisionado ou Prática de Ensino.

Estratégias: 
*discussão em grupo, a partir de leituras prévias do pensador pernambucano, orientadas pelo professor/tutor.

Atividade:
*produção escrita ou multimidiática a partir do que foi debatido.

Links disponíveis para pesquisa:

Biblioteca Digital Paulo Freire

Instituto Paulo Freire



Resumo do livro em áudio na voz da Raquel



Leonardo Boff

Na minha já longa trajetória teológica dois temas me foram desde o início sempre centrais, a partir dos anos 60 do século passado porque representam singularidades próprias do cristianismo: a concepção societária de Deus (Trindade) e a idéia da ressurreição na morte. Se deixássemos fora estes dois temas, não mudaria quase nada no cristianismo tradicional. Ele prega fundamentalmente o monoteismo (um só Deus) como se fôssemos judeus ou muçulmanos. No lugar da ressurreição preferiu o tema platônico da imortalidade da alma. É uma lastimável perda porque deixamos de professar algo singular, diria, quase exclusivo do cristianismo, carregado de jovialidade, de esperança e de um sentido inovador do futuro.

Deus não é a solidão do uno, terror dos filósofos e dos teólogos. Ele é a comunhão dos três Únicos que, por serem únicos, não são números mas um movimento dinâmico de relações entre diversos igualmente eternos e infinitos, relações tão íntimas…

Ver o post original 689 mais palavras



Demografia Unicamp

É cada vez mais comum conhecer pessoas que trocam o corre-corre das grandes cidades em que moram por uma vida mais tranquila em pequenas e médias cidades, dentro ou fora da própria região metropolitana em que vivem. Esta noite, o Sala Debate fala sobre essas migrações contemporâneas. Quais as causas?

Se antes a violência era a principal causa desse tipo de migração, hoje os motivos variam mais. Uma causa mais recente é o custo e a qualidade de vida: encarecimento dos preços dos aluguéis e dos serviços, o trânsito caótico e o estresse cotidiano enfrentado nos grandes centros urbanos. Movidas por um sentimento de insatisfação com o desejo de melhoria da qualidade de vida por preços menores, essas pessoas compõem o novo retrato das migrações ocorridas no Brasil.

Para essa conversa recebemos José Eustáquio Alves, demógrafo e professor da ENCE, do IBGE; Danielle Cerenos Fernandes, socióloga, professora e…

Ver o post original 13 mais palavras



{abril 18, 2014}   LAS RUINAS CIRCULARES

jesusvisual

Imagen

 Guia 4 LENGUAJE Y COMUNICACIÓN VISUAL

En el relato “Las ruinas circulares”, de Jorge Luis Borges,  el sueño es utilizado para proyectar  una creatura a la realidad.  El soñador juega a ser dios en su intento de procreación, recurriendo a los sueños como potencial divino. Se dispone a realizar una actividad totalmente sobrenatural,engendrando, en apariencia, una raza concretamente  distinta a la de los seres  naturales. 

Ver o post original



Leonardo Boff

         Um dos legados mais fecundos de Francisco de Assis e atualizado por Francisco de Roma é a pregação da paz, tão urgente nos dias atuais. A primeira saudação que São Francisco dirigia aos que encontrava era desejar “Paz e Bem” que corresponde ao Shalom bíblico. A paz que ansiava não se restringia às relações inter-pessoais e sociais. Buscava uma paz perene com todos os elementos da natureza, tratando-os com o doce nome de irmãos e irmãs.

Especialmente a “irmã e Mãe Terra”, como dizia, deveria ser abraçada pelo amplexo da paz. Seu primeiro biógrafo Tomás de Celano resume maravilhosamente o sentimento fraterno do mundo que o invadia ao testemunhar:”Enchia-se de inefável gozo todas as vezes que olhava o sol, contemplava a lua e dirigia sua vista para as estrelas e o firmamento. Quando se encontrava com as flores, pregava-lhes como se fossem dotadas e inteligência e as convidava a…

Ver o post original 696 mais palavras



Leonardo Boff

O homem moderno perdeu o sentido da contemplação, de maravilhar-se diante das águas cristalinas do riacho, de encher-se de espanto face a um céu estrelado e de extasiar-se diante dos olhos brilhantes de uma criança que o olha interrogativa. Não sabe o que é o frescor de uma tarde de outono e é incapaz de ficar sozinho, sem celular, internet, televisão e aparelho de som. Ele tem medo de ouvir a voz que lhe vem de dentro, aquela que nunca mente, que nos aconselha, nos aplaude, nos julga e sempre nos acompanha. Essa pequena estória de meu irmão Waldemar Boff, que tenta pessoalmente viver no modo dos monges do deserto, nos traz de volta a nossa dimensão perdida. O que é profundamente verdadeiro só se deixa dizer bem, como atestam os sabios antigos, por pequenas estórias e raramente por conceitos. Às vezes quando imaginamos que nos perdemos, é então que…

Ver o post original 699 mais palavras



Blog da Boitempo


Confira abaixo homenagem de Flávio Aguiar a Antonio Candido, apresentada durante a programação da VIII Semana de Ciências Sociais da USP, evento apoiado pela Boitempo Editorial. Confira mais registros fotográficos da homenagem clicando aqui.

***

No dia 10 de maio passado, houve uma tocante cerimônia na Bebelplatz, em Berlim.  A cerimônia, organizada pelo partido Die Linke, A Esquerda, consistiu numa leitura de trechos de livros. Uma instalação especial recebia quem chegava à praça: cadeiras espalhadas com livros sobre elas, alguns em edições antigas. A brisa da manhã folheava distraída os volumes, dando um toque algo telúrico, ao mesmo tempo brejeiro e melancólico à cena.

Quem abriu a série de leituras foi uma simpática senhora de 101 anos de idade. Antes de ler a passagem do livro que escolhera, ela recordou o motivo da comemoração, que testemunhara, aos 22 anos de idade. Tratava-se das sinistras cerimônias de queima…

Ver o post original 4.139 mais palavras



Demografia Unicamp

A Dinamarca é um dos países com melhor qualidade de vida do planeta. Mas eles têm um problema social: o envelhecimento crescente da população. Motivo: há pelo menos 27 anos a taxa de natalidade do país é extremamente baixa.

Para ver o tamanho do problema, uma agência de turismo resolveu fazer uma exótica promoção: casais dinamarqueses que viajarem de férias ao exterior e comprovarem que, durante o período, engravidaram, eles concorrem a três anos de ajuda em produtos para o bebê. O mote da campanha é: “Faça pela Dinamarca”.

A campanha foi baseada numa pesquisa informando que durante as férias ou feriados os dinamarqueses têm uma vida sexual mais ativa. Veja o vídeo, filmado em Paris, que promove a turismo da natalidade:

Fonte: Catraca Livre.

——-

Observando os dados da ONU (World Population Prospescts: The 2012 Revision), encontramos as seguintes tendências:

TBN_Dinamarca

NOTA: *Taxa Bruta de Natalidade: Número de nascimentos…

Ver o post original 722 mais palavras



et cetera